notícias

22
FEV
2013

CNI indica recuperação das grandes indústrias

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou hoje (22) a Sondagem Industrial de janeiro, que indica sinais de recuperação da atividade industrial no mês passado entre as grandes empresas. A pesquisa mostra que as indústrias de grande porte registraram aumento da produção, com 51,3 pontos. São 10,2 pontos a mais do que dezembro passado e 3,8 pontos acima do resultado registrado em janeiro de 2012.

Para fazer as avaliações, a CNI usa uma escala que varia de 0 a 100 e, valores acima de 50 mostram evolução positiva, uso da capacidade instalada acima do usual e estoques além do planejado. A Sondagem Industrial de janeiro considerou como empresas de grande porte aquelas com mais de 250 empregados.

As pequenas empresas (de 10 a 49 empregados), porém, mostraram declínio na produção em janeiro, com 42,9 pontos ante 42,1 pontos de dezembro passado e 41,2 pontos de janeiro de 2012. Houve recuo também no número de empregados, 46,2 pontos (47,2 pontos no mês anterior), e na UCI média, para 63% (havia sido de 65% em dezembro de 2012).

Os dados da sondagem indicam ainda que, no geral, a produção em janeiro de 2013 atingiu 48,6 pontos, ante 41,2 pontos de dezembro passado e 45 pontos de janeiro de 2012. O emprego registrou em janeiro deste ano 48,7 pontos, ante  47,4 pontos de dezembro passado e 47,1 pontos de janeiro de 2012. Na análise da CNI, o resultado se deu em parte devido à sazonalidade desfavorável, pois em janeiro normalmente se diminui a atividade.

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) não se alterou de um mês para o outro, mantendo-se em 70%, em média, nível igual ao de dezembro e um pouco acima de janeiro de 2012, quando registrou 69%.

Na grande empresa, além do crescimento da produção, houve aumento também no número de empregados, que ficou em 50,2 pontos, e na utilização da capacidade instalada média, que cresceu um ponto percentual sobre dezembro, chegando a 74%, ante 73% de dezembro passado e 72% de janeiro de 2012.

O nível de estoques efetivos, informou a CNI, se aproximou do planejado, com 50,8 pontos, ante 52,1 pontos em dezembro (quanto mais acima dos 50 pontos, maiores são os estoques indesejados).

Sobre os próximos seis meses a CNI entende que as perspectivas das empresas industriais melhoraram, principalmente quanto às exportações, que atingiram 53,9 pontos em fevereiro, 2,1 pontos acima do resultado registrado em janeiro. Já a demanda registrou 59,8 pontos, ante 58,4 pontos em janeiro, e o número de empregados cresceu de 52,3 pontos em janeiro para 53,5 pontos em fevereiro.

As expectativas para as compras de matérias-primas também cresceram, alcançando 57,6 pontos, quando haviam sido de 55,8 pontos no mês anterior. A pesquisa Sondagem Industrial foi realizada entre 1º e 18 de fevereiro com 1.817 empresas, das quais 472 de grande porte, 692 médias e 653 pequenas.

Fonte: Agência Brasil (http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-02-22/pesquisa-da-cni-indica-recuperacao-das-grandes-industrias-em-janeiro)